Construção única, prazer intemporal
 
 
 

O papel inovador

Este complexo de produção de gelo natural reflecte o domínio de uma apurada técnica de engenharia, quer na escolha do local onde foi construído, quer nos mecanismos concebidos para a produção e conservação do gelo.
Destaca-se que a obtenção de gelo através deste processo constituía uma extraordinária melhoria da qualidade e higiene alimentares. Não se tratava de neve natural, amontoada pelo próprio vento e envolvida em mato e esterco de modo a ser conservada, como acontecia na Serra do Coentral. Tratava-se de gelo obtido por congelação natural, em tanques calcários construídos para o efeito, e depois preservado em poços adequados e caiados.
A Real Fábrica do Gelo foi, sem dúvida, uma “lufada de ar fresco” na economia concelhia. Tal é ilustrado de forma muito clara na tradição oral concelhia através da seguinte frase: "quando o poço grande estava cheio de gelo, o pequeno estava cheio de moedas de ouro". Esta frase reflecte, ainda, a relevância económica do comércio do gelo nesta época.

 
HORÁRIO